Ícone do LinkedIn Ícone do RSS

07 Nov 2022 | 4 minutos • Desenvolvimento pessoal

Lidando com mudanças - Introdução

Entendendo a situação atual em que vivemos

Ingrid Machado

Ingrid Machado

Engenheira de computação, especialista em engenharia de software. Autora deste querido blog.

Image de capa do post Lidando com mudanças - Introdução

Nos últimos meses, passei por algumas mudanças na minha vida pessoal e reestruturações no trabalho que estavam muito além do meu controle. Na parte pessoal, ir ao médico após ter passado um bom tempo em quarentena me mostrou que alguns cuidados com a saúde são inegociáveis. E no trabalho eu estou inserida em um ambiente de startup, então a mudança é constante. Como uma pessoa autodeclarada ansiosa, esses tipos de evento não são os mais fáceis de lidar e procuro ferramentas que me apoiem nesses cenários incertos e complexos.

“Nada é permanente, exceto a mudança.” - Heráclito

Pensando sobre esses cenários, a primeira coisa que vem em mente é a definição do mundo VUCA - Volatility, Uncertainty, Complexity, and Ambiguity (volátil, incerto, complexo e ambíguo) ou do MUVUCA - Meaningful, Universal, Volatile, Uncertain, and Complex (senso de propósito, universal, volátil, incerto e complexo). Porém, durante a pandemia, foi proposta uma nova definição para ilustrar o mundo caótico em que vivemos: o mundo BANI - Brittle, Anxious, Nonlinear, and Incomprehensible (frágil, ansioso, não linear e incompreensível).

O BANI é um framework que nos ajuda a estruturar o que está acontecendo no mundo atual e, apesar de iniciar essa série de posts apenas com as definições, ele também nos oferece sugestões de alívio para cada um desses componentes.

Brittle - Frágil

Dizer que algo é frágil não significa necessariamente que estamos atribuindo uma característica negativa. Sistemas frágeis podem funcionar muito bem e até serem considerados perfeitos para o que foram projetados. Até que passam, de repente, a serem considerados obsoletos ou até mesmo inúteis.

A fragilidade vem da dependência em um único ponto de falha e da incapacidade de deixar espaço para imprevistos no sistema. Nem tudo o que funciona bem tem tolerância às falhas e é aí que a fragilidade se mostra presente em diversos momentos.

Recentemente, tivemos exemplos de layoffs acontecendo em diversas startups. O que mostra que uma falta de planejamento pode quebrar os planos até das empresas mais inovadoras e aparentemente mais bem financiadas que conhecemos.

Anxious - Ansioso

Em um mundo ansioso, estamos sempre aguardando que algo ruim vai acontecer. Não importa a escolha que fazemos, porque sempre temos a sensação de que o resultado provavelmente será desastroso.

A ansiedade pode nos fazer ter uma postura passiva, já que sempre esperamos pelo pior, independentemente das nossas ações. Ou pode nos tornar desesperados, por achar que perdemos a chance de tomar uma decisão e que não vamos ter outra oportunidade.

Muito do que consumimos é responsável por essa ansiedade, com o imediatismo e quantidade de notícias que somos bombardeados a todo momento.

Nonlinear - Não linear

No mundo não linear, causa e efeito estão desconectados ou são desproporcionais. Isso significa que a mesma ação nem sempre gera o mesmo resultado. Também significa que ações aparentemente pequenas podem gerar consequências enormes ou que um esforço considerável pode resultar em praticamente nada.

Como exemplo, temos a COVID-19, que se espalhou em um ritmo acelerado. Até se descobrir o foco e a prevenção da doença, ela já havia se propagado por todo o mundo em uma velocidade impressionante.

Incomprehensible - Incompreensível

Estamos vivendo em um mundo com acontecimentos incompreensíveis. Ainda usando o exemplo da COVID-19, tivemos uma pandemia em meio a um mundo globalizado e hiper conectado e, mesmo assim, as respostas para o que vivemos pareciam não fazer sentido.

A quantidade de dados e informações a que somos expostos nos deixam mais confusos, ao invés de nos deixar mais cientes do que está acontecendo. Essa sobrecarga não nos permite entender o que consumimos ou até mesmo selecionar ao que gostaríamos de ser expostos. Vivemos a era da infoxicação.


Ciente do cenário em que estamos, fica muito melhor passar pelas situações que nos causam ansiedade ou que parecem não fazer sentido. Por isso, a minha intenção com essa série de posts é falar sobre as soluções que podem trazer alívio para cada um dos componentes do mundo BANI.

Como alguém que vem num processo de perder um pouco da vergonha em compartilhar os seus desafios pessoais, espero que esse material me ajude a romper essa barreira e a ser um pouco mais tranquila em relação ao que compartilho. Quem me acompanha já sabe que nem tudo que escrevo é sobre os meus sucessos, mas, mesmo assim, estou trabalhando nesse formato um pouco mais pessoal.

Também será uma série com muitas referências e exemplos. Espero que o material fique organizado de forma que faça sentido pelo menos tentar experimentar alguma das soluções e te trazer um pouco mais de confiança para lidar com ambientes em constante mudança.

Como sempre, fique à vontade para compartilhar as suas experiências nos comentários e até mesmo contestar alguma das informações passadas. Estou em constante aprendizado e é legal ter o feedback para entender se estou indo na direção correta.

Até a próxima!

Posts da série

Referências

O link do post foi copiado com sucesso!

Mais conteúdos de Ingrid Machado

Imagem de capa do post Lidando com mudanças - Frágil

05 Dez 2022 • Desenvolvimento pessoal

Lidando com mudanças - Frágil

Como comentei na introdução desta série, o framework BANI sugere quais são as formas de lidar com cada uma das características do mundo em que estamos vivendo. Para lidar com a fragilidade, a suges...

8 minutos

Imagem de capa do post O que são os cronotipos

03 Out 2022 • Desenvolvimento pessoal

O que são os cronotipos

Em edições anteriores da Trilha de Valor, eu compartilhei sobre como seguir a rotina do meu cronotipo me faz ter um dia a dia mais tranquilo e produtivo. Porém, o conceito de cronotipo não é conhec...

5 minutos

Imagem de capa do post Como foi o curso “Introduction to data” da Udacity

04 Mar 2022 • Desenvolvimento pessoal

Como foi o curso “Introduction to data” da Udacity

Ano passado, me inscrevi para uma bolsa de estudos da Bertelsmann na trilha de dados. A bolsa foi anunciada em duas fases: Curso “Introduction to data” (eletivo) Nanodegree “Business Analytic...

3 minutos

linkedin icon
LINKEDIN
Twitter icon
TWITTER
RSS icon
RSS

Ingrid Machado © 2019 - 2022

• Ingrid Machado © 2019 - 2022

• Layout por Victoria Facundes • Desenvolvido por Cristhian Rodrigues

VOLTAR AO TOPO

voltar para o topo