/ ORGANIZAÇÃO

Novos Hábitos - Semana 3

Foto de Jasmyn Favager, via Unsplash

E chega ao fim o desafio de adquirir novos hábitos. Conforme comentado no primeiro post, me propus a fazer o desafio da escrita e da meditação por 21 dias e postar a evolução semanalmente.

Em relação ao desafio da escrita, acredito que foi um hábito facilmente adquirido e que foi muito prazeroso. Escrevi bem mais além do que o proposto no livro e estou com planos para gerar mais conteúdo para o blog. Por mais que eu não tenha uma grande base fixa de leitores, é boa a sensação de escrever as minhas percepções e o que eu tenho a compartilhar tecnicamente, então já considero motivo suficiente para seguir com a escrita.

Quanto ao desafio da meditação, acredito que não consegui me concentrar o suficiente para dizer que realmente meditei. Os dias atuais não permitem que eu tenha a tranquilidade suficiente para relaxar e me concentrar. Concluo isso também por ter percebido que não toquei no meu TCC por 21 dias…

No geral, vi que tive muitas distrações. Se não tivesse me comprometido com os checkpoints no blog provavelmente teria pulado alguns dias ou teria desistido. Pude perceber claramente os momentos onde os desafios desandavam. Por anotar o acompanhamento diariamente, fiz retrospectivas diárias para entender e melhorar o que me impediu de priorizar as atividades no dia. Mesmo não tendo sido perfeito, estou me sentindo orgulhosa por ter passado por esses 21 dias e por ter conseguido postar o que foi prometido, sem atrasos.

De tudo que pude perceber nesse período, realmente tive a dimensão da importância de manter uma rotina. Em todos os dias que acordei cedo e tive tempo de entender que estava acordada, tomar um café da manhã e me preparar para iniciar o trabalho, consegui cumprir os desafios nos horários planejados, sem fazer nada correndo antes de dormir. Mas nos dias em que acordei praticamente no horário de iniciar o trabalho, tudo acabou passando na frente e foi muito difícil organizar o resto do meu dia e encaixar as atividades. Nesses casos, fiquei com a sensação de que o dia havia encolhido, que ele terminava e eu não tinha feito nada.

Pretendo seguir acordando e dormindo cedo, pra manter a sensação de um dia bem aproveitado. Tenho um post engatilhado pra falar sobre como organizo o meu dia (quando consigo acordar no horário), mas acho que adquirir o hábito de acordar cedo não vai virar uma nova série.

Essa experiência foi só o início e pretendo fazer mais vezes. Mas, dessa vez, vou iniciar somente após terminar O Poder do Hábito, que certamente deve corroborar algumas das minhas percepções e me ajudar a manter a estabilidade durante os 21 dias. Na lista para novos hábitos que quero adquirir estão o da leitura e o de comer o café da manhã sem ser na frente do computador.

Em resumo é isso. E, para quem gosta de mais detalhes, segue o que aconteceu em cada dia.

Progresso da semana - 28 de maio a 03 de junho

Dia 15

Acordei cedo e enrolei 30 minutos na cama pelo frio, o que foi uma constante nesse período invernal.

Foi um dia bem estressante, tanto no trabalho quanto na vida pessoal. Isso interferiu bastante no andamento dos desafios. Além da correria pra deixar o post anterior pronto, também tive mais uma reunião do projeto paralelo após o final do expediente no trabalho.

Graças à tudo isso, não fiz o desafio da escrita, nem o da meditação.

Dia 16

Acordei bem cedo e, antes de levantar, fiz a meditação do dia anterior. Consegui tomar o café da manhã com calma, mas custou um início atrasado de 15 minutos no trabalho.

Mais uma vez, distrações na vida pessoal me fizeram perder o foco. Por passar mais um dia estressada, resolvi como faço geralmente: cozinhando. A receita da vez foi uma torta de limão. E quem me conhece nem se surpreende nessa parte.

Depois do expediente, fiz o desafio da escrita dos dias 15 e 16. E a meditação foi feita antes de dormir. Sendo assim, consegui recuperar o atraso do dia anterior.

Dia 17

Mais um dia acordando cedo e achando que tudo vai dar certo. Infelizmente, fiquei bem gripada, daquelas gripes que não te deixam levantar do sofá. Então, você já deve estar imaginando, estou atrasada nos desafios novamente. Não consegui escrever, nem meditar.

Mas tenho a sorte de ter alguém que cuida de mim quando preciso, então pude dormir cedo e descansar bastante.

Dia 18

Mais um dia acordando cedo e agora com o adicional de estar recuperada. Para correr atrás do prejuízo, fiz a meditação e a escrita dos dias 17 e 18.

Ajudei o William na revisão do blog dele e consegui descansar bastante no final do dia. Um domingo bem produtivo.

Dia 19

Acordei às 07h00 e levantei às 07h30, novamente por conta do frio. Levei o lixo e fiz o café da manhã. Todas as segundas-feiras do desafio foram assim, certamente porque no domingo sempre consigo descansar bastante.

Foi um dia com mais uma reunião do projeto paralelo após o trabalho. Mas não foi tão puxada e as 2 horas até que passaram bem rápido.

A meditação foi feita após o almoço e o desafio da escrita foi antes de dormir. Tudo conforme o planejado.

Dia 20

Se não fosse o fato de que não consegui manter a constância, diria que acordar cedo já se tornou um hábito. Mas, como ainda sofro um pouco, destaco que foi mais um dia vitorioso acordando cedo.

Fiz café da manhã e iniciei uns 15 minutos depois, mais uma vez na tentativa de não comer na frente do computador pela manhã.

A parte da manhã foi dedicada para um treinamento e no resto do dia tudo saiu conforme o planejado: meditação após o almoço e desafio da escrita antes de dormir. Não sei bem quando coloquei como meta escrever antes de dormir, mas acabou virando sinônimo de sucesso pra mim.

Dia 21

Último dia dos desafios, o que me impulsionou a não decepcionar na reta final. Acordei cedo, comi frutas no café da manhã e meditei após o almoço. Realmente o exemplo de Ingrid que gostaria de ser diariamente.

O único desafio que não foi finalizado apropriadamente foi o da escrita. No desafio do dia 21, foi solicitada a pesquisa de 5 pontos a respeito de algum assunto da minha preferência. Fiz apenas 2, porque tive a minha atenção desviada pelo painel do Em Pauta na Globo News. Sendo assim, não considero que falhei, só havia algo que demandava mais a minha atenção no momento. Para quem não viu, recomendo fortemente.


Espero que as informações que compartilhei tenham sido úteis e que tenham te inspirado para que adquiras um novo hábito. Esse formato de conteúdo me ajudou a perder um pouco da vergonha que tenho de escrever aqui e também a pensar em como gerar mais conteúdo e executar todos os planos que tenho nessa esfera. Então pode acreditar que tudo o que compartilho é porque acredito ser útil para mais pessoas além de mim mesma.

Tenho certeza que vou seguir por mais 21 dias tentando acordar e dormir cedo, para seguir vendo os benefícios de um dia bem aproveitado. E você, que hábito gostaria de adquirir?

Até a próxima!