/ ORGANIZAÇÃO

Novos Hábitos - Semana 1

Foto de Kelly Sikkema, via Unsplash

Eis que ontem terminou a primeira semana do desafio de 21 dias que comentei no post Novos Hábitos. Isso também significa que tenho que fazer o primeiro checkpoint prometido a respeito dessa minha nova rotina. Como já imaginei que passaria vergonha compartilhando as minhas experiências em um blog, não vou gastar tempo lamentando o que tenho a reportar… Disse ela, lamentando.

Progresso da semana - 14 a 20 de maio

Iniciei a leitura do livro sobre o hábito da escrita bem animada e gostei muito dos desafios. São todos bem curtos, então não gasto mais de 10 minutos em cada um. O desafio de meditação segue a mesma linha e cada áudio tem 15 minutos de duração.

No início da semana eu consegui fazer tudo certinho e, conforme os dias foram passando, foi cada vez mais difícil manter os horários que tinha me comprometido a fazer. Geralmente começo dessa forma e acabo perdendo o ritmo. A diferença é que dessa vez estava acompanhando de perto para saber o que desandou.

Conforme fui anotando os dias, vi que qualquer coisa me fazia tirar a prioridade da escrita e da meditação. Então, o meu foco para a próxima semana será manter as atividades nos horários planejados e, caso seja necessário adiar, não vou deixar pra finalizar as minhas atividades do dia a partir das 23h.

Resumi a primeira semana, mas caso esteja com paciência interessado, deixo a seguir o resumo de cada um dos dias.

Dia 1

Como é de se esperar, o primeiro dia foi bem tranquilo. Iniciei a leitura do livro e segui as atividades que me foram passadas no grupo de meditação (as instruções do dia são enviadas pela manhã no WhatsApp).

No início da leitura do livro com os desafios para o hábito da escrita, vi que a estrutura é um pouco diferente do que tinha imaginado. Ele começa propondo uma mudança e justificando a criação do hábito de escrever. Não estou dizendo que o formato do livro não é interessante, só li mais do que estava esperando para um primeiro dia. Antes da primeira atividade do livro tem essa introdução bem motivacional, que reforça a teoria dos hábitos adquiridos em 21 dias e dá exemplos de escritores de sucesso. Apesar do meu objetivo não ser escrever um best-seller, eu achei interessante saber que a possibilidade existe.

Além das atividades que estou comprometida, aproveitei pra organizar a minha rotina e descobri que o meu notebook tem mais de 7 anos. Então, acho que não deveria reclamar se ele precisou de um mês de descanso.

Dia 2

Os 9°C da manhã de Porto Alegre me impediram de seguir com o plano de levantar hoje às 7h. Em parte o plano foi seguido, já que eu estava acordada, mas a coragem de levantar veio somente às 8h. O que eu considero uma vitória, se considerar o histórico dos últimos dias.

Deixei a atividade da escrita para o início da manhã, então tomo o café da manhã, escrevo e vou trabalhar. A meditação ficou planejada para a tarde, em seguida do almoço. Mas, por ter sido acionada no trabalho, acabei fazendo a meditação um pouco depois do programado.

Dia 3

O desafio da escrita é muito tranquilo e fiz assim que acordei. Está sendo uma atividade prazerosa antes de iniciar o dia.

A meditação foi feita antes de dormir, o lado ruim é que eu quase dormi fazendo, mas consegui me concentrar bem.

Dia 4

Desliguei o despertador dormindo, parabéns pra mim. Ter acordado somente às 11h já me fez atrasar a escrita no início do dia. Mas a partir do almoço, segui com o planejamento.

A meditação foi feita no horário planejado.

Dia 5

Voltei ao horário normal no trabalho e iniciei a facilitação da Lean Inception em um projeto paralelo. Tanta coisa que só fiz o desafio da escrita às 23h e só depois disso a meditação.

Acredito que identifiquei quantos dias eu conseguia manter a regularidade em uma tarefa.

Dia 6

Mais um dia acordando cedo e tomando café da manhã como uma pessoa da minha idade deveria fazer nos anos 80. Apesar disso, fiz o desafio da escrita depois da meia noite… E, pela primeira vez, o desafio da meditação foi feito no dia seguinte.

As regras permitem que a meditação do dia seja feita até o meio dia do dia seguinte, então ainda está dentro do esperado. Apesar disso, a minha conclusão é de que foi um dos piores dias para seguir com os hábitos.

Dia 7

Mais um dia fazendo o desafio da escrita e da meditação tarde da noite. Pensando em como deixar essa minha derrota bonita para escrever no blog e como resolver isso e não passar vergonha em dois posts seguidos da série… Aqui só vamos ter verdades, mesmo que não sejam as melhores.


Nessa semana foi isso, espero ter atualizações melhores na semana que vem!



ingridmachado

Ingrid Machado

Engenheira de computação, especialista em engenharia de software.
Autora deste querido blog.

Mais posts