Ícone do LinkedIn Ícone do RSS

04 Dez 2023 | 3 minutos • Newsletter

Alinhamento versus autonomia

Como extrair o melhor do time

Ingrid Machado

Ingrid Machado

Engenheira de computação, especialista em engenharia de software. Autora deste querido blog.

Image de capa do post Alinhamento versus autonomia

Este texto foi originalmente publicado na Trilha de Valor #59: Alinhamento versus autonomia, que foi enviada no dia 23 de agosto de 2023. Para receber a newsletter na sua caixa de entrada, inscreva-se aqui.

É provável que você já conheça essa imagem que compara alinhamento e autonomia. Mas, caso não conheça, gostaria de falar sobre esses dois conceitos que, quando relacionados, podem impactar e muito no trabalho do dia a dia.

Primeiro, seguem as definições que estou usando para cada um desses conceitos dentro do contexto organizacional:

Alinhamento: entendimento do que tem que ser feito e por quê.

Autonomia: capacidade de tomar decisões com base nas informações disponíveis e de definir como fazer o que tem que ser feito.

De acordo com os níveis de alinhamento e autonomia, podemos ter 4 situações diferentes:

Quatro quadrantes indicando os níveis de alinhamento e autonomia em que as situações de autocracia, apatia, anarquia e autonomia alinhada se classificam

  1. Autocracia: quando existe um alto alinhamento com baixa autonomia, estamos numa autocracia. O gestor faz um alinhamento com comando e controle, ditando o que deve ser feito e como deve ser feito. O time apenas cumpre ordens.
  2. Apatia: quando existe um baixo nível de alinhamento e baixa autonomia, temos um cenário apático. Seguimos tendo um nível de microgerenciamento, mas com o time totalmente desinteressado pelo trabalho sendo feito. É uma cultura de indiferença.
  3. Anarquia: em casos em que o nível de alinhamento é baixo mas a autonomia é alta, cria-se a anarquia. Os times fazem o que querem e a liderança não consegue comunicar um direcional claro. O dia a dia se resume ao caos.
  4. Autonomia alinhada: com um alto nível de alinhamento e um alto nível de autonomia, temos o que podemos considerar o melhor caso, em que o time sabe o contexto do seu trabalho e pode definir as soluções de forma colaborativa.

A questão que fica é: se entendemos que o ideal é ter alinhamento e autonomia, porque acontecem tantos casos de autocracia, apatia e anarquia nas empresas? Acredito que a resposta não é tão simples, se é que sei a resposta para isso. Mas entendo que já vivi cada um desses casos em locais diferentes e a maioria se explica pela liderança que está junto ao time.

Por mais que seja senso comum de que devemos seguir boas práticas de gestão, no dia a dia nem sempre acontece assim. É comum vermos gestores se preocupando com detalhes da operação ao mesmo tempo que não dão visibilidade sobre a direção que o time deve seguir. Ou que são muito bons fazendo alinhamentos mas não dão autonomia.

Acredito que a melhor forma de usar a matriz de alinhamento versus autonomia é avaliar qual é a situação do time em que você se encontra agora. Caso a conclusão seja qualquer uma diferente de autonomia alinhada, recomendo que você pense em ações para resolver a situação. Se você é gestor de um time, essa análise fica até mais fácil. Nesse caso, sugiro que envolva o time para entender se todos sabem o propósito e se todos sentem que possuem autonomia para trabalhar.

Dinâmicas como o Happiness Radar ou o Health Check podem ajudar a entender a visão do time a respeito desses dois pontos. E até a criar bons planos de ação para mudar o cenário. Já adianto que não é um trabalho com resultado imediato, mas sim um compromisso contínuo para manter o time nos níveis corretos de alinhamento e de autonomia.


Avaliar constantemente qual é a percepção do time ajuda a melhorar e muito a dinâmica de trabalho. Mas não basta avaliar sem ter mudanças substanciais para corrigir o que está errado. Por isso, recomendo que você se organize antes de iniciar esse tipo de ação junto ao time. E se prepare para sustentar um trabalho de longo prazo em casos de ações necessárias além do escopo do time.

Até a próxima!

O link do post foi copiado com sucesso!

Mais conteúdos de Ingrid Machado

Imagem de capa do post A regra dos 10 anos

19 Fev 2024 • Newsletter

A regra dos 10 anos

Este texto foi originalmente publicado na Trilha de Valor #61: A regra dos 10 anos, que foi enviada no dia 20 de setembro de 2023. Para receber a newsletter na sua caixa de entrada, inscreva-se ...

2 minutos

Imagem de capa do post OKRs

06 Nov 2023 • Newsletter

OKRs

Este texto foi originalmente publicado na Trilha de Valor #54: OKRs, que foi enviada no dia 14 de junho de 2023. Para receber a newsletter na sua caixa de entrada, inscreva-se aqui. Os OKRs sã...

4 minutos

Imagem de capa do post Penhasco de vidro

14 Ago 2023 • Newsletter

Penhasco de vidro

Este texto foi originalmente publicado na Trilha de Valor #52: Penhasco de vidro, que foi enviada no dia 17 de maio de 2023. Para receber a newsletter na sua caixa de entrada, inscreva-se aqui. ...

3 minutos

linkedin icon
LINKEDIN
Twitter icon
TWITTER
RSS icon
RSS

Ingrid Machado © 2019 - 2024

• Ingrid Machado © 2019 - 2024

• Layout por Victoria Facundes • Desenvolvido por Cristhian Rodrigues

VOLTAR AO TOPO

voltar para o topo