Ícone do LinkedIn Ícone do RSS

28 Ago 2023 | 5 minutos • Carreira

Segunda passagem do pipeline de liderança

De gerenciar outros a gerenciar gestores

Ingrid Machado

Ingrid Machado

Engenheira de computação, especialista em engenharia de software. Autora deste querido blog.

Image de capa do post Segunda passagem do pipeline de liderança

No post sobre a primeira passagem do pipeline de liderança, falei sobre a transição inicial para o papel de gestor de pessoas. O passo seguinte de gerenciar outros é se tornar o gerente desses gestores. Como se pode imaginar, as responsabilidades são diferentes e a atuação fica ainda mais distante da operação.

Neste post, vou explicar quais são as principais responsabilidades de um gerente de gestores e o caminho para se tornar um.

O que é um gerente de gestores

O gerente de gestores tem como foco principal o empoderamento e desenvolvimento dos gerentes de primeiro nível. Além de atividades e responsabilidades que passam a ser incluídas no escopo de unidades de negócio e não mais apenas do time.

Para empoderar os gerentes de primeiro nível, o gerente de gestores deve considerar os pontos de vista da equipe. Evitando a tomada de decisão unilateral e a retenção de informações pertinentes ao grupo de gestão. Ao envolver os gestores diretos nas discussões, é possível observá-los quanto ao seu desempenho no papel atual. São os momentos de colaboração que vão dar a visibilidade das habilidades gerenciais, do gerenciamento de tempo e dos valores profissionais.

Observe que, ao mesmo tempo que um ambiente colaborativo permite o empoderamento dos gestores, ele também permite que o gerente de gestores exerça a sua função de desenvolvimento dessas pessoas.

Quais são as tarefas de um gerente de gestores

Um gerente de gestores tem 4 principais tarefas:

  1. Selecionar e treinar gerentes de primeiro nível
  2. Cobrar dos gerentes de primeiro nível a prestação de contas pelo trabalho gerencial
  3. Alocar e realocar recursos entre as unidades
  4. Administrar as fronteiras existentes entre as suas unidades e outras partes do negócio

Selecionar e treinar gerentes de primeiro nível

Ao formar o time gerencial, o gerente de gestores deve evitar a seleção de “clones”. Ou seja, a seleção de pessoas muito parecidas e que dão a impressão de que será mais fácil de trabalhar junto. Porque essa impressão não é refletida nos resultados de longo prazo. É necessário formar um time diverso, que traga uma bagagem diferente. Assim, os gestores aprendem entre si e o gerente dos gestores também consegue aprender com as diferenças.

Assim como descrito na primeira passagem do pipeline de liderança, os gestores de outros devem ter habilidades gerenciais e de gerenciamento do tempo e valores profissionais alinhados. Esses são os pontos que serão avaliados pelo gestor de gerentes e trabalhados para que o gerente de primeiro nível possa se desenvolver.

Itens como a disposição para liderar, competências de comunicação e planejamento e a capacidade de tomar decisões sob pressão também são importantes para o desenvolvimento dos liderados.

Como gestor dos gestores, o seu papel vai incluir ser o exemplo de como a gestão pode ser bem empregada ao desenvolver e motivar essas pessoas.

Cobrar dos gerentes de primeiro nível a prestação de contas pelo trabalho gerencial

Quando se trabalha como gerente de outros, é possível avaliar o trabalho diretamente pelas entregas dos seus liderados. Quando se trabalha como gerente de gestores, o trabalho a ser avaliado é o gerencial, que nem sempre tem ligação direta explícita com as entregas do time.

A prestação de contas deve ser avaliada levando em conta:

Os gestores de outros devem poder trabalhar em um ambiente que permita erros. Com um gestor direto que instrua e motive, para que cada um deles consiga dar visibilidade do trabalho gerencial sem se envolver na operação e sem exaurir o time para exibir melhores resultados.

Alocar e realocar recursos entre as unidades

Nesta tarefa, está a distribuição de dinheiro, tecnologia e pessoal de apoio para atingir melhores resultados. Para fazer essa distribuição, é preciso entender se as unidades ou equipes estão consumindo os recursos com eficácia. Avaliar itens como a produção, qualidade e custo é essencial para entender como esse trabalho pode ser feito.

Entender quais pessoas estão com a performance dentro ou fora do esperado, se os recursos estão sendo bem aproveitados ou desperdiçados e onde você pode ajudar também faz parte dessa atividade.

Administrar as fronteiras existentes entre as suas unidades e outras partes do negócio

Como mencionei anteriormente, esse nível de gestão está mais distante da operação. Por isso, as atividades são de mais alto nível, como apoiar no fluxo de trabalho e no trânsito de informações entre as suas unidades e outras partes do negócio.

O gerente de gestores deve entender as estratégias funcionais, as estratégias de negócio e a missão corporativa e transmitir essas informações para os seus liderados. O papel deve se envolver com o nível estratégico e fazer a ponte na interpretação e comunicação dos objetivos da empresa diretamente ou via gerentes de primeiro nível.

Como fazer a transição para gerente de gestores

Para fazer a transição, o líder do gerente de gestores precisa explicitar quais são as habilidades gerenciais, como deve ser o gerenciamento de tempo e os valores de forma explícita. E deixar claro, principalmente, a diferença entre um gestor de colaboradores individuais e um gestor de gestores.

Metas e métricas devem ser definidas para que os novos comportamentos gerenciais façam parte da responsabilidade do cargo. Algumas dessas métricas incluem:

Pontos de atenção

Ao considerar quem pode assumir o papel de gerente de gestores, é preciso observar as pessoas que tenham:

Nesses casos, os profissionais precisam trabalhar esses pontos antes de serem considerados para o papel. Dificuldade em melhorar esses pontos indicam que a pessoa não vai conseguir assumir o papel de gerente de gestores da forma esperada e não está pronta para fazer a segunda passagem pelo pipeline.


De todas as responsabilidades e atividades listadas, a mais importante para o gerente de gestores é formar uma equipe de gerentes de primeiro nível de qualidade, que reflita o esperado pela organização. Porque, nesse nível, são formadas as pessoas que disseminam a cultura da empresa entre os times e que, possivelmente no futuro, formarão novos gerentes de outros.

Espero que a definição esteja mais clara e te ajude a entender melhor a diferença entre um gestor de colaboradores individuais e um gestor de gestores. Mesmo que você não pense em fazer essa passagem, ao ser um gestor de primeiro nível você responde para um gestor de gestores. E saber o que é esperado do papel pode ajudar no andamento do seu trabalho também.

A descrição completa do que é esperado nesse nível de gestão é apresentada no livro “Pipeline de liderança”. Recomendo bastante a leitura para quem está na carreira de gestão de pessoas.

Até a próxima!

O link do post foi copiado com sucesso!

Mais conteúdos de Ingrid Machado

Imagem de capa do post Reflexão sobre mudanças

15 Jan 2024 • Carreira

Reflexão sobre mudanças

Quando escrevi a série “Lidando com mudanças”, estava em um momento em que precisava aceitar a condição de que tudo muda ou me manter sofrendo a cada situação que me tirasse da zona de conforto. Ap...

9 minutos

Imagem de capa do post Novas tendências no mercado de trabalho

20 Nov 2023 • Carreira

Novas tendências no mercado de trabalho

Desde o início da pandemia, parece que a cada momento surge um novo termo ou um novo movimento relacionado ao mercado de trabalho. Se pensarmos do ponto de vista que a quarentena fez as pessoas que...

10 minutos

Imagem de capa do post Como equilibro as vidas pessoal e profissional

29 Mai 2023 • Carreira

Como equilibro as vidas pessoal e profissional

Gosto de falar sobre equilíbrio entre as vidas pessoal e profissional porque é um esforço constante que faço para mantê-lo. Eu tenho uma tendência de priorizar o trabalho e esquecer que a vida é ma...

8 minutos

linkedin icon
LINKEDIN
Twitter icon
TWITTER
RSS icon
RSS

Ingrid Machado © 2019 - 2024

• Ingrid Machado © 2019 - 2024

• Layout por Victoria Facundes • Desenvolvido por Cristhian Rodrigues

VOLTAR AO TOPO

voltar para o topo