/ FERRAMENTAS

Coda - Visões

Foto de Mike Hindle, via Unsplash

Este texto faz parte da série de posts sobre o Coda.

No post anterior, vimos como incluir uma tabela dentro do Coda. Agora, vamos partir para a visualização desses dados de forma mais amigável.

Vamos seguir com a mesma planilha do post anterior, mas agora com um nome um pouco mais lógico.

Print com a tabela de exemplo renomeada

Agora a tabela se chama “Lista de clientes” e isso é importante para manter a organização do documento. Quando temos um número maior de tabelas, não ter um nome que faz sentido pode ser tornar um problema, já que ele é usado para vincular os blocos.

Se queremos adicionar uma visão, temos mais de uma opção. Podemos iniciar digitando o comando / seguido do nome da visão ou clicando em InsertTables.

Uma visão nada mais é do que uma visualização de uma tabela, seja ela inteira ou filtrada. Por isso, quando adicionamos uma visão, um menu é exibido perguntando se queremos fazer uma nova visão (no exemplo, New cards) ou conectar com os dados de uma tabela existente.

Print do modal exibido ao criar uma nova visão, que permite conectar em uma outra tabela ou visão ou iniciar do zero

No exemplo, calendário editorial aparece como uma opção de conexão porque dentro do Coda ele é uma tabela sendo exibido no formato de calendário.

Visões disponíveis

Dentre as visões que podem ser incluídas no Coda estão:

  • Cards
  • Board
  • Calendar
  • Timeline
  • Detail view
  • Form
  • Chart
  • Area chart
    1. Bar chart
    2. Bubble chart
    3. Line chart
    4. Pie chart
    5. Scatter chart
    6. Word cloud

Exemplo de visão

Como mencionei, as visões podem representar uma tabela completa ou filtrada. No exemplo, vou fazer com um filtro. Para incluir uma visão, ainda temos uma terceira opção, que é incluir uma tabela vinculada com a tabela original e alterá-la de acordo com o que queremos visualizar. E podemos somente depois disso selecionar qual será a visão. Vamos seguir assim para o exemplo.

Primeiro, vamos criar uma nova tabela, vinculada à tabela “Lista de clientes”:

Print do modal com a opção de conectar na tabela "Lista de clientes" destacada

Vamos renomear essa tabela para “Lista de clientes inativos” e filtrar somente pelos clientes em que a coluna active está com o checkbox desmarcado. Para isso, basta clicar em FilterAdd filter e adicionar o filtro “active is equal to Unchecked”.

Print da tabela "Lista de clientes ativos" com a opção de filtros aberta na direita

Print da tabela "Lista de clientes ativos" com a opção de filtros preenchida e a tabela exibindo apenas 4 itens filtrados

Note que a tabela “Lista de clientes inativos” tem um símbolo de link com o número 1 do lado do nome. Sempre que este número estiver diferente de zero, significa que a tabela ou visão está conectada à uma fonte de dados. Como comentei no post anterior, mudanças feitas em tabelas conectadas alteram dados de todos os lugares. Já os filtros e ordenação alteram somente a exibição da tabela ou visão atual.

No exemplo, 4 linhas atendem a esse filtro, por isso temos 4 linhas sendo exibidas e o número 6 ao lado de Filter indicando quantas linhas foram filtradas.

Seguindo para o nosso objetivo que é ter uma visualização mais amigável desses dados, vamos alterar para um formato de cartões. Podemos seguir com essa alteração clicando em OptionsCards.

Para deixar a visualização ainda mais limpa, podemos ir em OptionsColumns e selecionar apenas as informações importantes que devem ser exibidas. Se essa lista tem somente clientes inativos, não faz sentido mostrar o checkbox active desmarcado, por exemplo. Então, basta clicar no olho para escolher quais dados devem ser exibidos ou não.

Tabela "Lista de clientes inativos" exibida como uma visão de cartões

No final, o exemplo ficou com o nome (nome e sobrenome em linhas diferentes, mas é possível alterar com uma fórmula), email e o plano.


Esse exemplo pode ser feito com qualquer outro tipo de visão. Basta sempre selecionar quais são os dados que interessam para exibição.

No próximo post, vou apresentar as fórmulas que também são muito úteis para deixar os documentos dinâmicos.

Até a próxima!



ingridmachado

Ingrid Machado

Engenheira de computação, especialista em engenharia de software.
Autora deste querido blog.

Mais posts