/ FERRAMENTAS

Azure Boards

Foto de Tadas Sar, via Unsplash

O Azure Boards é um serviço online que permite que times gerenciem projetos ágeis. Ele faz parte do Azure DevOps, que é um conjunto de ferramentas para times planejarem o trabalho, colaborar no desenvolvimento de código e construir e implementar aplicações.

Neste post, estou iniciando uma série que vai focar na visão do Scrum Master utilizando o Azure Boards para acompanhar o andamento do time e apoiar o PO e os desenvolvedores. Mas acredito que também será útil para as pessoas que desempenham outros papéis entenderem como a ferramenta pode nos apoiar no dia a dia.

Diversos conceitos vão ser citados sem a definição, mas porque estou considerando que quem está lendo a série quer conhecer a ferramenta e não um framework de trabalho. Mas fique à vontade para perguntar ou sinalizar qualquer item que não tenha ficado muito claro.

Gestão de times remotos

Durante toda a minha carreira como Scrum Master, sempre trabalhei com times no formato híbrido ou remoto. Então nunca utilizei post-its na parede e sempre gerenciei o trabalho com ferramentas online. Como o Azure Boards tem a vantagem de reunir, em uma única ferramenta, diversas funcionalidades que auxiliam muito na facilitação de cerimônias remotas, nunca senti falta de ter o time presencialmente para poder facilitar uma reunião. Ele permite monitorar e organizar todos os itens de trabalho, como User Stories e Bugs do projeto, de forma que é possível usar somente ele para planejar, acompanhar e discutir o trabalho dos times.

Funcionalidades do Azure Boards

Dentro do Azure, é possível acessar o Azure Boards no menu lateral a partir de qualquer página. Dentro dele, existem as seguintes opções:

  • Work items;
  • Boards;
  • Backlogs;
  • Sprints;
  • Queries;
  • Personas;
  • Retrospectives.

Menu de acesso ao Azure Boards

Menu de acesso ao Azure Boards

Dentro de cada item desse menu (exceto em Personas e Retrospectives), existe uma forma diferente de visualizar os work items existentes no projeto.

Os work items são, como o nome mesmo descreve, os itens de trabalho do Azure Boards. Dentro do processo Agile (que explicarei mais adiante), eles podem ser dos seguintes tipos:

Tipos de work items disponíveis no processo Agile

Tipos de work items disponíveis no processo Agile

Para esta série, vou focar nos seguintes tipos de work item:

  • Epic;
  • Feature;
  • User Story;
  • Task;
  • Bug.

Com esses tipos de work item já é possível organizar e gerenciar o trabalho de um time de forma bem completa. De vários times, na verdade. E, por mais que a ferramenta tenha muitas funcionalidades, não vejo necessidade de saber tudo no detalhe, porque muitas vezes nem tudo se aplica ao contexto em que estamos trabalhando.

Cada um dos work items é identificado por um símbolo e uma cor. Aqui é importante saber que existe uma hierarquia entre eles: o Epic é pai de Feature, que é pai de User Story e que é pai de Task e Bug.

Work items em uma visão de lista com hierarquia

Exemplo de work items organizados hierarquicamente

Como mencionei anteriormente, dentro do Azure Boards existem 7 opções no menu, que permitem visualizar os work items do projeto de diferentes formas. Essas são as funcionalidades disponíveis:

Work items

É a tela com a forma mais fácil de visualizar os work items. Eles são exibidos em uma lista, que pode ser filtrada pelo tipo de work item, usuário responsável, estado, área e tags.

Tela "Work items" com o filtro "Recently updated" selecionado

Lista dos work items existentes no projeto, filtrados pelos recentemente atualizados

No menu drop-down (onde diz “Recently updated” na imagem), é possível utilizar os seguintes filtros:

  • Assigned to me: lista os work items atribuídos para o seu usuário, na ordem em que foram atualizados por último;
  • Following: lista os work items que você está seguindo. Quando você segue um work item, você é notificado a cada atualização realizada;
  • Mentioned: lista os work items em que o seu usuário foi mencionado nos últimos 30 dias;
  • My activity: lista os work items que foram atualizados ou visualizados recentemente pelo seu usuário;
  • Recently updated: lista os work items recentemente atualizados no projeto;
  • Recently completed: lista os work items finalizados ou fechados no projeto;
  • Recently created: lista os work items criados nos últimos 30 dias no projeto;

Também é possível criar work items, além de consultar a lixeira para visualizar work items que foram deletados no projeto.

Boards

Nesta tela, os work items são apresentados como cartões e podem ter o estado atualizado ao arrastá-los. É basicamente um quadro Kanban.

Dentro do processo Agile, é possível visualizar os quadros no nível de User Stories, Features e Epics.

Tela "Boards" exibindo uma User Story

Quadro com o exemplo de uma User Story no estado new

Backlogs

Aqui os work items são apresentados em uma lista ordenada. Fazendo a analogia com o Scrum, nesta tela é exibido o Product Backlog. Dentro da mesma tela é possível alimentar o Product Backlog e organizar cada User Story dentro de uma Sprint, somente arrastando os work items. Além disso, também é possível criar work items, clicando em “New work item”. Na imagem a seguir, as Sprints estão nomeadas como Iteration.

Tela "Backlogs" exibindo uma User Story com uma Task e as Sprints existentes no painel lateral

Backlog com as Sprints do projeto

Sprints

Tela que exibe o que está planejado para o trabalho de uma Sprint. Nesta tela, são exibidas as User Stories selecionadas para a Sprint e as tarefas criadas para cada User Story. Na parte superior existem 3 abas:

  • Taskboard: permite visualizar o quadro Kanban a nível de Task;
  • Backlog: mesma visão da tela anterior, mas exibindo somente os work items selecionados para a Sprint. Também é possível exibir o capacity da Sprint no painel lateral;
  • Capacity: tela com o capacity do time, onde é possível definir o papel e o capacity diário em horas de cada integrante;
  • Analytics: exibe o burndown detalhado do time na Sprint.

Independente da aba selecionada, é possível visualizar as datas da Sprint e o burndown no canto superior direito.

Tela "Sprints" exibindo uma User Story com uma Task em forma de card

Sprint de exemplo com uma User Story e uma Task em new

Queries

Nesta tela é possível definir filtros para selecionar work items para consulta, compartilhamento ou atualização em lote. É possível criar e salvar queries públicas ou privadas. Os resultados das queries também podem ser utilizados para os widgets no dashboard.

Tela "Queries" exibindo uma query com a consulta dos work items e o resultado na parte inferior

Query selecionando todos os tipos de work item em qualquer estado, com a lista de resultados

Personas e Retrospectives

Personas e Retrospectives são extensões instaladas no Azure DevOps e que são incluídas no contexto do Azure Boards. Vou deixar para falar sobre eles nos próximos posts.


Este post foi sobre a base do Azure Boards, que é composta dos work items e da maneira de visualizar esses work items. No próximo post da série, irei falar sobre o processo Agile, que define como é feito o acompanhamento do projeto dentro da ferramenta.

Caso tenha dúvidas ou sugestões, a caixa de comentários está sempre aberta.

Até a próxima!

ingridmachado

Ingrid Machado

Engenheira de computação, especialista em engenharia de software.
Autora deste querido blog.

Mais posts